Brasília Amapá |
Manaus

Prefeitura de Manaus garante reajuste aos professores; saiba mais

Compartilhe

Manaus – A Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), apresentou aos sindicatos que representam os profissionais de educação, proposta de reajuste salarial de 4,5% para a data-base deste ano, percentual acima da inflação.

Segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a inflação acumulada nos últimos 12 meses foi de 3,83%. Somado às datas-bases pagas pela prefeitura na atual gestão, desde 2021, a recomposição salarial da categoria chega a 30,61%.

Outro aumento garantido aos profissionais da educação é o do auxílio alimentação, de 9,1%.

A proposta será enviada à Câmara Municipal de Manaus (CMM), para apreciação dos vereadores. Caso aprovada, o pagamento deve ser realizado ainda neste mês de junho, com efeito retroativo a maio, mês que é referência anual para a correção salarial da categoria.

Acima da média nacional

Com o reajuste que garante ganho real, o piso salarial dos professores com carga horária de 20 horas passa a ser de R$ 3.364,67, enquanto para a carga horária de 40 horas, chega a R$ 6.555,52. Os valores estão acima do piso nacional, que é de R$ 4.420,55 para 40 horas.

Valorização

A atual gestão municipal, ao assumir em 2021, recebeu uma Semed com servidores que não tinham recebido a data-base no ano anterior. Além disso, a lei complementar 173/2020 proibia aumento de despesas com pessoal em todos os entes públicos em decorrência da pandemia da Covid-19. Mesmo assim, ainda no meio daquele ano, foi pago uma correção salarial de 2,05%, referente a data-base 2019/2020, e de 8,9%, referente à data-base de 2020/2021.

Para 2021/2022, a data-base foi de 12,47%. Acrescentando o aumento de 2022/2023, o valor total de aumento chega aos 30,61%. O cálculo para chegar a esse valor, não se dá apenas à soma das porcentagens, uma vez que o aumento dado em um ano é influenciado pelo aumento concedido no ano anterior.

Produtividade

Pela primeira vez, desde a implantação do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração dos Servidores Públicos da Área Administrativa da Educação Municipal (PCCR), há 11 anos, a prefeitura anunciou a concessão de gratificação de produtividade de 25% para 414 servidores. Serão beneficiados cerca de 1,4 mil servidores municipais de toda a rede.

Plano de Cargos

Outro ponto que a atual gestão trabalha para valorizar o servidor da educação é a reformulação do PCCR do Magistério. Pensando nisso, foi criada a Comissão de Revisão do Plano, presidida por um integrante da Semed e com representantes dos poderes Executivo e Legislativo e das categorias de classe. A publicação da comissão ocorreu no dia 31/5, no Diário Oficial do Município (DOM).


Siga-nos no Google News Portal CM7