Brasília Amapá |
Manaus

Prefeitura de Manaus dá início à programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Compartilhe
Prefeitura de Manaus dá início à programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Manaus – A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal (Semed), realizou, na tarde de terça-feira, 2/4, a palestra “Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: um olhar jurídico”. O momento de debate e reflexão faz parte da programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, que se encerra no dia 14 de abril, com o evento “Caminhada Azul”, aberto a toda sociedade manauara.

Durante o evento, o subsecretário de Gestão Educacional, Junior Mar, que estava representando a secretária municipal de Educação, Dulce Almeida, destacou que Manaus é destaque na área de inclusão frente às outras capitais brasileiras.

“Observando parâmetros em nível nacional podemos dizer que Manaus é a cidade que mais faz sobre educação especial, é a capital que tem mais ações de inclusão. Entretanto, queremos avançar ainda mais. Nosso objetivo não é, simplesmente, oferecer o apoio escolar nas nossas unidades de ensino, é ter salas recursos, ter todos os aparatos que disponibilizamos, executar projetos e programas voltados à inclusão, porque a inclusão que queremos para os filhos de vocês é uma inclusão de conceito educacional, e é isso que estamos providenciando”, disse Junior Mar.

A gerente de Educação Especial da Semed, Amanda Macanoni, destacou a importância do evento. “Nós inovamos ao trazer essas mães para o auditório da Semed, para que pudessem vivenciar uma tarde acolhedora com uma psicóloga e, depois, uma palestra informativa jurídica, quando foi explicado o passo a passo dos serviços oferecidos pela secretaria, o que está na lei, o que a Semed promove, do que pode e não pode, quais são os direitos e deveres dos seus filhos autistas”, explicou.

O público-alvo do evento foram mães que têm filhos autistas atendidos em toda rede municipal de educação. A ação contou com aproximadamente 200 pessoas. Uma das participantes da palestra foi Rosalinda Moura, mãe de Sidney Guedes, de 3 anos, que estuda no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Hermann Gmeiner. “Até hoje, eu não sabia de fato o que era apoio escolar, além de outras questões voltadas às pessoas autistas. Ou seja, achei muito esclarecedora essa palestra, é muito importante tudo o que ouvi nesta tarde”, afirmou Rosalinda.

Com informações da Assessoria


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7