Brasília Amapá |
Manaus

‘No final, só sobra pro trabalhador’: garis separam e retiram lixo jogado por Amom em via pública

Compartilhe
Garis separam e retiram lixo jogado por Amom em frente ao aterro de Manaus

Manaus – Um mutirão com 30 garis e três caminhões foi realizado na manhã desta segunda-feira (15) para a retirada e separação do lixo que foi despejado pelo deputado Amom Mandel, em frente Aterro Sanitário de Manaus, na AM-010. A ação foi coordenada pelas secretarias municipais de Limpeza Urbana (Semulsp) e Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mudança do Clima (Semmasclima).

O descarte indevido de lixo foi feito no final da tarde de sábado (13), pelo próprio deputado federal e sua equipe, despejando cerca de quatro toneladas de resíduos, mesmo após serem orientados a realizarem o descarte em coletores autorizados.

O titular da Semulsp, Sabá Reis, reconheceu o trabalho dos garis de Manaus, e exigiu respeito aos trabalhadores da limpeza pública, que acordam cedo para se dedicar à limpeza da cidade.

“Eles estão fazendo a separação desse material que foi trazido irresponsavelmente para a frente do aterro. Isso atrapalhou nossos carros coletores, e agora nós vamos dar a destinação correta. Tudo aquilo que já está sendo separado, que é plástico, é garrafa PET, será levado para associação de catadores”, explicou Sabá Reis.

Sabá Reis, destaca que Amom Mandel, mesmo sendo deputado federal, não está acima da lei. “Aqui tem ordem para entrar nesse aterro, precisa de autorização e que alguém pague a taxa controladamente por uma balança eletrônica daquilo que adentra aqui ao aterro”, finalizou.

Gari quase teve pertences levados

O deputado Amom Mandel tentou ‘lavar a imagem’ após ter faltado ao 1º debate dos pré-candidatos a prefeitura em Manaus na última sexta-feira (12/4). No entanto, a tentativa de ‘lacração’ acabou rendendo mais críticas do que elogios. Além de ter iniciado a empreitada em uma live confusa e raivosa, que não ficou salva em suas redes sociais, voluntários ligados à equipe de Mandel ainda se envolveram em polêmica após pegarem a mochila e a garrafa térmica de um gari na parada de ônibus em frente ao aterro.

O gari denunciou com exclusividade ao Portal CM7 Brasil, sendo no início muito xingado pelos seguidores de Amom, acusado de ter forjado a denúncia. Os comentários podem ser vistos nas própria postagem abaixo:

Só depois da denúncia viralizar, os voluntários assumiram que realmente pegaram os pertences do trabalhador, mas disseram ter sido “por engano”. Veja vídeo:

O deputado Federal também tentou negar a ligação entre ele e os rapazes, no entanto, há fotos do jovem político junto aos seus militantes nas redes sociais. Um deles é professor e integrante da Ong Politize!, de viés esquerdista. Veja:

 

 


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7