Brasília Amapá |
Manaus

Ouvidor do TCE-AM participa de reuniões técnicas no Tribunal de Contas do Paraná

Compartilhe

Brasil – Em visita técnica ao Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) realizada na manhã desta quinta-feira (29), o ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, participou de reuniões junto a Corregedoria e Ouvidoria da Corte de Contas paranaense com o objetivo de aperfeiçoar a gestão nos dois órgãos de controle.

“O Tribunal de Contas do Amazonas, por meio de sua Ouvidoria, está sempre disposto a melhorar as suas atividades e nada melhor do que conhecer e debater junto a outros Tribunais as suas boas práticas nesse intercâmbio. Daqui levamos novas ideias para que possam ser estudadas e quem sabe implementadas no âmbito do Amazonas, sempre com o objetivo de entregar à sociedade amazonense o melhor que a Corte de Contas possa oferecer”, destacou o conselheiro Mario de Mello.

Também acompanhou o encontro o conselheiro-presidente do TCE-PR, Fernando Augusto Mello Guimarães.

Durante a reunião, o conselheiro-corregedor do TCE-PR, Ivan Lelis Bonilha, agradeceu a presença do conselheiro Mario de Mello e comentou sobre a importância do intercâmbio de ideias entre as cortes de contas.

“É uma satisfação receber a visita do conselheiro Mario de Mello, com quem eu sempre comentei a respeito das inovações, lei de proteção de dados, participação popular, o papel da ouvidoria como canal confiável e com credibilidade para a população, para o contribuinte se socorrer ao Tribunal de Contas nas suas reclamações a respeito da gestão pública, todos aspectos que necessitam de aperfeiçoamento”, destacou.

Ao concluir a visita, Ivan Lelis Bonilha comentou também sobre a possibilidade de novos encontros, incluindo outros Tribunais de Contas, para que a troca de informações prospere ainda mais.

“Nós estamos abertos, não só a interações com esse Tribunal de Contas do Amazonas, que vem até de longa data, mas com outros tribunais também. E já pensando aqui em um encontro específico, aqui no estado do Paraná, ou em qualquer outro lugar deste vasto país, para que a gente possa colher as diversas metodologias de trabalho, principalmente no que se refere à interação com a sociedade, que é um aspecto fundamental do serviço público”, concluiu.

Com informações da Assessoria. 


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7