Brasília Amapá |
Manaus

“O Rio Grande do Sul há muito tempo abraçou a bruxaria e o sat4nismo”, diz padre sobre tragédia gaúcha; veja vídeo

Compartilhe

Brasil – O padre Paulo Santos, da paróquia São Francisco de Paulo, em Nova Andradina, estado do Mato Grosso do Sul, associou a tragédia decorrente das enchentes no Rio Grande do Sul à falta de fé e afastamento de Deus. Em suas declarações, o religioso afirmou que o estado gaúcho é “o mais ateu da federação” e que abraçou a bruxaria e o satanismo há muito tempo.

Santos destacou que a capital gaúcha, Porto Alegre, seria um exemplo de destemor a Deus, mencionando que possui mais centros de macumba do que o Estado da Bahia inteiro.

As declarações do padre geraram debates e críticas nas redes sociais.

Tragédia no RS

As chuvas iniciadas em abril no Rio Grande do Sul afetaram 2,3 milhões de pessoas, deixando 581 mil desalojadas e 71,5 mil em abrigos, com o número de mortos chegando a 161 até esta terça-feira.

Veja vídeo:


Siga-nos no Google News Portal CM7