Manaus 32º
segunda-feira - 5 de julho de 2021

Mulher chuta canela de tarado que tentava beijá-la à força em ônibus

Compartilhe

Brasília – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, nesta segunda-feira (5/7,) um homem de 34 anos por importunação sexual dentro de um ônibus. A detenção ocorreu na BR 020, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. A corporação atendeu a uma ligação de uma mulher, que estava aos prantos, informando que havia sido agarrada à força dentro de um ônibus que fazia o itinerário Brasília/ Formosa (GO).

Ela informou o local pelo qual o coletivo estava passando e a viatura da PRF se deslocou com a maior velocidade possível para atender a ocorrência. Quando os policiais abordaram o ônibus, retiraram primeiro a vítima, que chorava bastante. A mulher informou que ela e o autor entraram no ônibus da rodoviária do Plano Piloto e que, apesar de haver diversos assentos disponíveis, o homem sentou-se ao lado dela.

Segundo a vítima, ele ficou puxando conversa e ela respondeu por educação. Então, sem o consentimento, passou a mão nela, tirou a máscara e segurou-a pelo pescoço, tentando beijá-la à força, momento em que ela tentou sair da poltrona, sendo impedida por ele. Para se defender, ela chutou a canela dele e conseguiu se desvencilhar. Neste momento, a vítima foi para o banco mais à frente e ligou para a PRF.

Os policiais entraram no ônibus e deram voz de prisão ao abusador. Quando foi algemado, o homem chegou a alegar que estava passando mal e simulou um desmaiou, mas voltou a si antes mesmo de os policiais conseguirem acionar socorro. Ele foi levado para a delegacia de Formos, onde foi registrado o flagrante de importunação sexual.

“Ao identificar que está sendo vítima, não se cale. Não deixe a importunação continuar. Ameace o criminoso de denúncia, faça com que outras pessoas vejam o que está acontecendo e avise que elas servirão de testemunhas.

Caso não consiga agir de acordo com item anterior, tente sinalizar discretamente a uma pessoa próxima o que está acontecendo, informando que a situação incorre em crime de importunação sexual e que o veículo precisa parar. E peça também que seja sua testemunha do fato.”

* Com informações do site Metrópoles

Vitória Supermercados