Brasília Amapá |
Manaus

Ladrão não imaginava que roubar fio de madrugada seria o seu último crime; veja vídeo

Compartilhe
Ladrão não imaginava que roubar fio de madrugada seria o seu último crime; veja vídeo

Brasil – O crescente problema dos furtos de cabos no Rio de Janeiro ganhou um novo e trágico capítulo na madrugada desta quarta-feira (12/06). Um ladrão de fios morreu eletrocutado enquanto tentava roubar cabos em Santa Teresa, bairro da Região Central da cidade. O incidente ocorreu na Rua Almirante Alexandrino, na esquina com a Rua Santa Cristina, e causou grande comoção entre os moradores, com imagens do corpo do homem pendurado na fiação sendo amplamente divulgadas.

De acordo com testemunhas, o ladrão, ao tentar roubar os cabos, perdeu o equilíbrio e sofreu uma descarga elétrica fatal. O corpo ficou pendurado pelas pernas, a aproximadamente seis metros do chão, até a chegada dos serviços de emergência. Policiais Militares do 5º BPM (Centro) foram acionados para atender à ocorrência. O comando confirmou que o homem morreu no local devido à descarga elétrica.

O Corpo de Bombeiros foi chamado às 6h23 para realizar o resgate. No entanto, ao chegarem ao local, os militares constataram que a vítima já estava sem vida. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Centro do Rio.

O incidente também causou transtornos aos moradores que dependem do Bonde de Santa Teresa, cujo serviço precisou ser temporariamente interrompido devido ao ocorrido. A interrupção afetou o deslocamento de diversas pessoas durante a manhã.

A Polícia Civil registrou o caso na 7ª Delegacia de Polícia (Santa Teresa) e realizou uma perícia no local para investigar as circunstâncias da morte. A via onde o incidente ocorreu é uma das mais movimentadas do bairro e dá acesso à região da Glória, destacando a crescente preocupação com os furtos de cabos em áreas centrais.

Este incidente sublinha uma tendência preocupante: o aumento dos furtos de cabos elétricos em áreas anteriormente menos afetadas por este tipo de crime. Até recentemente, esses furtos eram mais comuns na Zona Norte do Rio, em bairros como Engenho Novo, Rocha, Vila Isabel, Grajaú e Andaraí.

Dados da Light, concessionária de energia do Rio, revelam a dimensão do problema: no ano passado, mais de 16 mil metros de cabos foram furtados na Região Metropolitana. Este tipo de crime não apenas causa prejuízos financeiros significativos, mas também provoca interrupções nos serviços essenciais e coloca vidas em risco.


Siga-nos no Google News Portal CM7