Brasília Amapá |
Manaus

Filha de Gugu Liberato invade casa e é presa nos EUA

Compartilhe

Brasil – Marina Liberato foi detida por invadir uma residência em 2020 na Royal Estades Boulevard, na Flórida, quando ainda era menor de idade. Entretanto, o caso se tornou público essa semana, mais de três anos após o ocorrido. O fato marca mais uma polêmica sobre a briga entre as filhas do apresentador Gugu Liberato pela herança deixada pelo apresentador.

De acordo com a colunista Erlan Baston, do portal Em Off, o boletim de ocorrência registrado mostra que Marina confessou que entrou em uma área privada em Orlando na madrugada do dia 18 de março de 2020.

“Entrou numa residência privada localizada na Royal Estades Boulevard sem a autorização ou permissão da proprietária Patricia Quintilliano”, relatam os policiais no documento.

No arquivo, consta que a filha de Gugu participou de uma festa organizada por Guilherme DeCarvalho Moltinho. A mãe do garoto, que trabalha limpando casas, afirmou que seu filho pegou as chaves da residência de Patricia sem sua permissão.

A proprietária alegou que Guilherme convidou diversas pessoas para a festa e que durante a madrugada recebeu uma ligação de seu vizinho contando que haviam pessoas desconhecidas entrando em sua casa.

Por fim, Patrícia prestou queixa por roubo de residência e as pessoas presentes, incluindo Marina, prestaram depoimento. Além disso, a filha de Gugu foi encaminhada ao JAC (Conselho Consultivo da Justiça) para realizar o processo de custódia e depois foi liberada.


Siga-nos no Google News Portal CM7