Brasília Amapá |
Manaus

Blogueira pede perdão por desejar a morte das vítimas de enchente no RS: ‘Estava revoltada’

Compartilhe

Brasil – Após ser alvo de uma onda de críticas nas redes sociais por ter desejado que as vítimas da enchente no Rio Grande do Sul morressem afogadas, a blogueira Joana Matos, mais conhecida como “Blogueirinha Mineira”, veio a público se desculpar pelo ocorrido.

“Estou passando aqui para me retratar e pedir perdão ao povo do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina pelo que eu falei, mas eu nunca desejei a morte de crianças, de animais e nem de ninguém. Na hora do vídeo, eu só estava nervosa e acabei falando coisas que não devia ter falado, então peço desculpas. Eu não devia ter dito nada, estava revoltada com as pessoas que hostilizam quem está ajudando”, disse a blogueira.

Veja o vídeo: 

Relembre o caso

A blogueira Joana Matos, mais conhecida como “Blogueirinha Mineira”, causou revolta nas redes sociais ao publicar um vídeo polêmico desejando a morte das vítimas da enchente no Rio Grande do Sul. Enquanto o estado enfrenta uma das piores tragédias climáticas já registradas, com milhares de mortos e desabrigados, Joana fez declarações chocantes que geraram repúdio geral.

Apesar de se apresentar em seu perfil como uma pessoa que “acredita muito em Deus”, suas palavras contradizem essa mensagem de compaixão e solidariedade. No vídeo, ela declara: “Para mim, esse povo do sul pode tudo morrer afogado… Chama o Bolsonaro lá. É isso mesmo, eles não verão um centavo meu”.

A postura insensível e desumana da blogueira diante de uma tragédia que mobilizou não apenas o Brasil, mas o mundo todo, foi duramente criticada pelos internautas. Enquanto médicos voluntários se deslocam para ajudar, e pessoas e animais são resgatados, Joana Matos demonstrou falta de empatia e solidariedade com as vítimas.

Diante da repercussão negativa, as redes sociais da blogueira foram dominadas por mensagens de revolta.

Leia mais: Blogueira deseja a morte de população do Rio Grande do Sul: “Por mim que morram tudo afogado!”; veja vídeo 


Siga-nos no Google News Portal CM7