Brasília Amapá |
Manaus

Aranhas que parecem monstros assustam moradores em BH; picada é dolorosa

Compartilhe

“Eu iria embora e deixava elas ficarem com a casa. Passava até a escritura para o nome delas.” “Elas”, no caso, são aranhas. O comentário é uma reação ao aparecimento de aracnídeos robustos no Bairro Buritis, Região Oeste de Belo Horizonte, registrado no Facebook. Moradores da localidade relatam que seus prédios têm sido invadidos pelos bichos, do tamanho da mão aberta de um adulto. Especialistas consultados pelo Estado de Minas alertam para o fato de que os animais são agressivos, têm picada dolorosa, mas não há motivo para pânico, já que o veneno é moderadamente tóxico.

 

“Já é a terceira. Estamos preocupados aqui”, contou a administradora Flávia Prado na rede social, em que postou uma foto da “visitante” indesejada. Divulgada originalmente no grupo “Meu Bairro Buritis”, a publicação acumula milhares de curtidas, compartilhamentos e comentários. Ao menos mais três vizinhos de Flávia responderam o post dizendo que também tiveram suas casas invadidas pelo mesmo tipo de aranha.

A moradora relata que o animal apareceu nessa quinta-feira (6/5) no 8° andar de seu prédio. Dias antes, um outro exemplar foi visto na área privativa. “Fiquei desesperada quando vi! Como tenho duas filhas pequenas, logo pensei: esses bichos vão matar minhas meninas!”, comentou.

“Não são monstros”

A pedido da reportagem, Adalberto Santos, aracnólogo do Departamento de Zoologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, analisou as fotos da aranha e enumerou os principais cuidados que as pessoas devem tomar ao encontrá-la em casa. “Ela é peçonhenta, como todas as aranhas, e demanda atendimento médico em caso de picada”, afirma o especialista.

 


Siga-nos no Google News Portal CM7