Brasília Amapá |
Manaus

Aluna que desviou quase R$ 1 milhão de formatura é denunciada por fraude

Compartilhe

Brasil – A estudante de medicina Alicia Dudy Muller Veiga, ré pelo desvio de quase R$ 1 milhão de sua comissão de formatura na Universidade de São Paulo (USP), foi denunciada pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP) por estelionato. Ela tentou fraudar o pagamento por bilhetes de loteria.

Segundo a denúncia, apresentada no último dia 17, a estudante foi até uma lotérica, em julho de 2022, e tentou apresentar comprovante de Pix de R$ 891,50 para pagar uma aposta de R$ 891,5 mil, diz MPSP.

Procurado, o advogado Sérgio Ricardo Giolo, que representa Alicia, diz que tudo será esclarecido ao final do processo. “Desde o ocorrido, a acusada se colocou imediatamente à disposição das autoridades policiais e tem colaborado com a apuração da verdade, a elucidação dos fatos e pela consequente busca da Justiça”, afirma.

 

Desvio de R$ 927 mil

Alicia Dudy Muller virou ré pelo desvio de R$ 927 mil dos fundos para custear a festa de formatura em março deste ano. Ela era a presidente da comissão de formatura quando realizou os desvios.

Segundo o inquérito da Polícia Civil, ao fazer os saques, ela não respeitou o estatuto da associação formada pela comissão, que previa que qualquer movimentação no dinheiro deveria receber o aval do tesoureiro do grupo, o que não ocorreu.

A arrecadação do dinheiro ficava a cargo de uma empresa contratada pela comissão. Os saques foram feitos sem o conhecimento dos outros alunos, segundo a investigação. A denúncia afirma que Alicia solicitava as transferências diretamente à empresa, alegando que agia em nome da comissão.

De acordo com o MP, os desvios foram feitos entre os dias 25 de novembro e 20 de dezembro de 2022. A aluna foi denunciada por oito crimes consumados de estelionato, além da tentativa frustrada na lotérica.


Siga-nos no Google News Portal CM7