Brasília Amapá |
Manaus

Felipe Neto detona Pipokinha por forjar sumiço: “Desaparecimento não é marketing!”; veja vídeo

Compartilhe

Brasil – A cantora MC Pipokinha causou nova polêmica neste domingo (21) ao promover um falso desaparecimento para divulgar uma nova música. Tudo começou quando um dos dançarinos dela, Jonas Kaik, usou as redes para alertar de que a artista tinha sumido após entrar no carro de um desconhecido. 

No entanto, horas depois e após centenas de pessoas se mobilizarem nas redes, foi revelado que tudo não passava de uma ação de marketing para divulgar um novo trabalho. 

Porém, se o objetivo de MC Pipokinha era causar um frisson em torno de seu nome, a estratégia deu errado e a artista foi duramente criticada, inclusive pelo comunicador Felipe Neto, que chamou a atenção para um problema real do Brasil: pessoas desaparecidas. 

“Não se brinca com desaparecimento. Desaparecimento não é marketing. O Brasil registra 200 desaparecimentos POR DIA. Mais de um terço dessas pessoas são crianças e adolescentes. Não é possível q ninguém bota limite nessa turma. Eu não queria falar nada, mas NÃO É POSSÍVEL!”, criticou Felipe Neto. 

Após a repercussão negativa, MC Pipokinha gravou alguns stories e, de forma debochada, explicou a situação e o seu “sumiço”. 

“Estou bem. Cheguei em Fortaleza para a gravação de um DVD. Mais de 4 horas dentro do avião, eu não tinha como mexer no celular e nem responder ninguém. Estou sem o WhatsApp principal, estou com outro número. Obrigada pela preocupação, mas eu só fui dar mesmo e depois peguei o avião. Beijo”, disse MC Pipokinha.

Veja vídeo:

 

 


Siga-nos no Google News Portal CM7