Brasília Amapá |
Manaus

Entenda o que aconteceu com o registro da marca “Didi”, do humorista Renato Aragão

Compartilhe

Brasil – O humorista Renato Aragão, eternizado pelo seu personagem Didi do programa “Os Trapalhões”, exibido entre as décadas de 1970 e 1990, pode ter perdido o direito de usar sua marca para uma empresa chinesa por conta da falta de registro.

De acordo com o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi), o humorista não realizou o registro de marca de “DIDI”, “DiDi” e “A Turma do Didi”.

Segundo pesquisa no portal do Inpi, a empresa chinesa Beijing Didi Infinity entrou com um pedido de registro de marca por “DIDI”, em 2016, que foi concedida em 2018 e com validade até 2028.

Já o termo “DiDi”, foi solicitado em 2021, concedido em 2022 e com validade até 2032.

Renato também não tem propriedade sobre a marca “A Turma do Didi”, mas sim a Rede Globo, que exibiu o seriado de 1998 a 2010.

A emissora solicitou registro em 2017 e tem direitos até 2028.

De acordo com o Inpi, o humorista solicitou, através da empresa Renato Aragão Produções Artísticas LTDA, o registro da marca “As Aventuras do Didi”, em 2001, com validade até 2027.

A marca era um seriado, que ficou ao ar de 2010 a 2013, na Rede Globo.


Siga-nos no Google News Portal CM7