Manaus 32º
domingo - 2 de outubro de 2022

TRE-AM recebe mais de 70 denúncias de propaganda irregular no Amazonas

Compartilhe

Amazonas – O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) recebeu mais de 70 denúncias de propaganda irregular até 12h deste domingo (02). A informação foi confirmada pelo presidente do órgão, desembargador Jorge Lins, durante a segunda coletiva de imprensa realizada no início da tarde.

De acordo com o presidente, todas as denúncias estão sendo acompanhadas e sofrerão as sanções cabíveis, à medida que forem confirmadas. Uma das principais denúncias dizem respeito ao derramamento de “santinho” pelas ruas da capital. “Infelizmente, esse tipo de problema é recorrente em todas as eleições, apesar das sanções previstas para esse tipo de conduta, mas estamos acompanhando caso a caso. E os candidatos serão notificados a prestar esclarecimentos, explicou Jorge Lins.

Na avaliação dele, a pleito deste ano segue dentro da normalidade. “Não identificamos nenhum problema que pudesse afetar a votação. Nós observamos que o maior pico de eleitores foi entre às 9h e 9h30, mas dentro do esperado para uma eleição que vai terminar mais cedo. Estamos em boa marcha”, destacou.

Segundo o novo boletim, até o momento, 43 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas, sendo 13 na capital e 30 no interior do Estado.

Forças de Segurança

A coletiva também contou com a participação do secretário de Segurança Pública, general Mansur, superintendente da Polícia Federal, Eduardo Fontes, e do representante do Instituto de Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Stanley Ventilare.

Conforme a SSP, mais de 6 mil agentes da Segurança Pública estão atuando em todo Estado, para assegurar o pleno andamento das eleições deste ano, com policiamento reforçado nos locais de votação e nas ruas, e fiscalizações desde a madrugada para acompanhar o cumprimento da “Lei Seca”.

Segundo Mansur, no período da manhã, apenas 13 ocorrências policiais foram registradas no interior, relacionadas a crimes eleitorais. Além disso, 13 estabelecimentos comerciais foram fechados por descumprirem o decreto da Lei Seca. “De modo geral, não tivemos nenhuma ocorrência de grande vulto que pudesse prejudicar o pleito”, salientou.

O superintendente da PF, Eduardo Fontes, falou da importância da integração das forças de segurança, destacando que o trabalho preventivo de fiscalização e repressão realizado nos últimos dias impactou positivamente na redução de crimes eleitorais neste domingo. “Nós intensificamos as ações nos portos e aeroportos e por isso, hoje, temos um número menor comparado com pleitos passados. Também temos usados muita tecnologia para combater crimes eleitorais e estamos verificando todas as denúncias quem chegam até nós”, disse.

No trânsito, aproximadamente 300 homens do IMMU estão atuando em toda a capital para fluidez próximo aos locais de votação e nas vias de maior fluxo. Segundo o Instituto, a movimentação no trânsito também é considerada tranquila e sem ocorrências graves até o momento.



Vitória Supermercados