Manaus 32º
domingo - 2 de outubro de 2022

Justiça Eleitoral faz balanço de urnas defeituosas e irregularidades registradas no Amazonas

Compartilhe
Justiça Eleitoral faz balanço de urnas defeituosas e irregularidades registradas no Amazonas

Amazonas – O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) divulgou balanço das ocorrências desta manhã durante coletiva de imprensa. Até o momento, 43 urnas precisaram ser substituídas, sendo 13 na capital e 30 no interior do Estado. Em relação a denúncias de propaganda irregular, 70 denúncias foram recebidas até às 12h.

De acordo com o desembargador do TRE-AM, Jorge Lins, a Justiça Eleitoral segue monitorando o processo democrático no Amazonas “É uma ocorrência nefasta. Estamos tomando as providências e recebendo denúncias pelo aplicativo Pardal e sobre postagens irregulares nas redes sociais”, explicou Lins sobre o derramamento de materiais gráficos, os famosos “santinhos”, em várias ruas da cidade. De acordo com o desembargador, o horário com maior movimentação foi o período compreendido entre 9h e 9h30.

Crimes eleitorais

Conforme o representante do Ministério Público, presente na coletiva, o órgão está coletando provas do derramamento de santinhos para apurar sobre possíveis irregularidades. Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), 13 estabelecimentos foram fechados por descumprirem a Lei Seca.

O representante da Polícia Federal, delegado Fábio Pessoa, informou que intensificou a fiscalização e por causa disso, o número de ocorrências diminuiu. Foram 112 voos e 637 passageiros fiscalizados no aeroclube e todos os voos do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes também. Já no Porto de Manaus, foram 22 embarcações fiscalizadas e 24.550 passageiros.

“Hoje está sendo um dia tranquilo. Devido a esse trabalho preventivo que foi feito, bastante fiscalização e a divulgação na mídia causa um efeito na sociedade. A pessoa que está inclinada a cometer o crime, ela vê que as ações estão integradas e evita cometer o ato”, comentou Fábio Pessoa.

Ocorrências no interior

Até o momento, Manacapuru, Itacoatiara, Parintins, Tefé, Carauari e Manaus têm ocorrências de corrupção eleitoral, como compras de votos, falsidade ideológica e transporte irregular de passageiros. Ao longo da semana, a Polícia Federal fez apreensões de grandes quantidades de dinheiro com destino ao interior. Ações maiores e mais graves estão sendo cuidadas pela Polícia Federal. As menores, pela Polícia Civil do Amazonas.

Após a apuração de votos, as forças de segurança e a Justiça Eleitoral devem realizar e divulgar outro balanço das Eleições Gerais de 2022 no Amazonas no final da tarde.



Vitória Supermercados