Manaus

ARTIGO: Vacinar cães e gatos é um ato de amor

Compartilhe

Os nossos animais de estimação são nossos grandes companheiros e fiéis amigos, mas também estão expostos a doenças. Como nos humanos, a vacinação tem seus objetivos, o primeiro é proteger seu pet de doenças infecciosas, e também prevenindo um possível contágio de um animal para o outro, ou mesmo para pessoas, um exemplo é o vírus da raiva, tratando-se de uma zoonose, sendo muito importante e uma responsabilidade de saúde pública.

A vacinação de cães e gatos começa desde filhote, nos primeiros meses de vida, ou dependendo da situação de cada animal, em casos de resgates ou adoção, em que o pet já pode ser adulto. O indicado é que a vacinação possua reforços anuais, visto que o longo do tempo a proteção fornecida pela vacina pode ir diminuindo, à vista disso, certificar que os animais de estimação adultos possam tem uma imunização eficiente ao longo das suas vidas.

Além de protegê-los e imunizá-los, é critério básico para que os pets possam visitar parques, ir à pet shops, hospedar em hotéis e creches, e podem se relacionar com outros animais em segurança. É uma proteção contra doenças infecciosas, que podem chegar por vírus, bactérias, entre outros microrganismos, prosperando assim a expectativa de vida do seu pet.

As vacinas obrigatórias para o calendário de vacinação dos cães são as polivalentes ou múltiplas, V8 ou V10, e a vacina antirrábica. As vacinas V8 e V10 protegem os cães de: cinomose, hepatite infecciosa canina, parvovirose, leptospirose, adenovirose, coronavirose e parainfluenza canina.

Para os gatos, as vacinas obrigatórias são as polivalentes ou múltiplas, V3, V4 ou V5, e a vacina antirrábica. A V3 protege de: calicivirose, rinotraqueíte e panleucopenia dos felinos. A V4 protege contra as mesmas da V3 e mais clamidiose dos felinos. A V5 protege contra as mesmas da V4 e mais a leucemia felina (FeLV).

A vacinação é um ato de amor com o seu animal de estimação! Sempre procure a orientação de um médico veterinário.

@draalinebaggio