Manaus 32º
domingo - 10 de julho de 2022

Urgente: diretora do Hospital Geral de Manacapuru, é acusada de extorquir alunos de medicina; veja o PIX

Compartilhe

Amazonas – O Portal e TV CM7 Brasil, recebeu na manhã deste domingo (10), uma nova denúncia envolvendo a prefeitura de Manacapuru, desta vez a acusação é sobre a cobrança de um ‘mensalinho’ no valor de R$ 500 reais, de estudantes do curso de medicina da Universidade de Aquino da Bolívia, permitindo que eles fizessem estágio nas dependências do Hospital Geral de Manacapuru. 

De acordo com mensagens enviadas a redação do CM7 Brasil, quem faz mensalmente a cobrança é a própria diretora do hospital, Sônia Almeida, segundo a denúncia a arrecadação dos R$ 500 reais é feita “por fora”, e cada estudante tem que realizar a transferência para a conta bancária de um funcionário, identificado como Sandro Coelho, responsável pelo departamento de Recursos Humano do Hospital Geral de Manacapuru. 

Segundo o denunciante, a cobrança, é feita como forma de ‘extorsão’ e ‘humilhação’, para os estudantes,  pois não estava prevista no contrato de estágio firmado entre a univerdade, o hospital e o Sistema Único de Saúde (SUS). 

Veja as conversas por meio de um aplicativo de mensagens entre a diretora do hospital e o aluno, na conversa ela orienta o estudante a como fazer a transferência bancaria, em seguida o comprovante de pagamento. 

O Portal e TV CM7 Brasil entrou em contato com a diretora do Hospital Geral de Manacapuru, Sônia Almeida, pelo telefone de contato (92) 9 9137 – XXXX, mas as ligações foram encaminhadas para a caixa de mensagens.

Vitória Supermercados