Brasília Amapá |
Manaus

Shamar: Governo do Amazonas inicia ações da operação no Estado

Compartilhe

Amazonas – O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), em conjunto com as polícias Civil (PC-AM), Militar (PMAM) e órgãos integrados da Prefeitura Municipal de Manaus, Tribunal de Justiça do Amazonas, Defensoria Pública (DPE) e Ministério Público do Estado (MPE), deu início, nesta segunda-feira (21/08), à operação Shamar. A ação de combate à violência familiar doméstica e ao feminicídio é articulada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

No Amazonas, durante toda a operação, serão promovidas ações preventivas, educativas, ostensivas e repressivas. A delegada Débora Mafra, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), reforçou que o Estado está unido nessa ação que tem um único objetivo: dar segurança às mulheres.

“Essa operação foi abraçada pelo nosso Estado porque ele deseja colocar a mulher em primeiro lugar. Sabemos quantas mulheres foram violentadas, agredidas e, por vezes, têm sequelas dos crimes que sofreram. O Estado quer fortalecer essas ações de proteção durante a operação Shamar e com essa união, temos certeza de que será um sucesso”, afirmou Mafra.

Nesta segunda-feira, as equipes da SSP-AM, Polícia Civil e Polícia Militar estiveram em empresas privadas, escolas e comunidades de vários municípios do Amazonas, onde ministraram palestras educativas para alunos, gestores e puderam conversar com o público-alvo.

Operação Shamar

A operação Shamar é coordenada pela Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Diopi/Senasp) e conta com o apoio do Ministério da Mulher (MM) e do Colégio de Coordenadores das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar dos Tribunais de Justiça Estaduais (COCEVID).

Em hebraico, Shamar significa “vigiar” ou “proteger”.

Canais de denúncia

Em caso de suspeita ou violação dos direitos da mulher, a orientação é procurar uma delegacia de polícia especializada ou ligar para o 190, ou para a Central de Atendimento à Mulher do Ministério da Mulher, através dos números 180 e 181 da SSP-AM. O Ligue 180 é a Central de Atendimento à Mulher do Ministério da Mulher, que oferece escuta e acolhimento qualificado às mulheres em situação de violência. A SSP-AM disponibiliza o Disk Denúncia 181. Em ambos os canais, a ligação é gratuita, e o serviço funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. O número 180 também está disponível no WhatsApp: (61) 9610-0180.

Siga-nos no Google News Portal CM7