Manaus 32º
sexta-feira - 11 de fevereiro de 2022

Saúde da Mulher: Governo do AM amplia oferta de exames de mama e colo do útero na Policlínica Gilberto Mestrinho

Compartilhe

Amazonas – O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), ampliou a oferta de exames de mama e de colo de útero na Policlínica Governador Gilberto Mestrinho, no Centro, zona sul de Manaus.

Do início do ano até os primeiros dias de fevereiro, 142 procedimentos considerados prioritários, no enfrentamento e diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo de útero, foram realizados.

Os exames que passaram a ser ofertados na policlínica são realizados pelo Serviço de Diagnóstico de Mama (SDM) e o Serviço de Referência para Diagnóstico e Tratamento de Lesões Precursoras do Câncer do Colo de Útero (SRC), voltados para aumentar a efetividade do tratamento das doenças de maior prevalência entre as mulheres do Amazonas.

A capacidade instalada da unidade para a realização destes procedimentos conta com equipamentos, profissionais qualificados e estrutura para acolhimento das mulheres.

A SES-AM realiza intensificação das ações voltadas à oferta destes serviços, desde outubro de 2021, visando à integralidade do cuidado, com atuação de equipe multidisciplinar formada por médicos ginecologistas, mastologistas, radiologistas, entre outros profissionais.

Ampliação – Considerada uma das ações prioritárias e estratégicas para o enfrentamento do câncer de colo do útero e mama, o Amazonas garantiu a ampliação da oferta do exame citopatológico para diagnóstico do câncer de colo de útero. A quantidade passou de 72,4 mil para 93,9 mil exames por ano, um incremento de cerca de 30%.

Descentralização – Também foi ampliada a capacidade do estado em realizar o procedimento de conização (retirada de uma porção do colo do útero para biópsia), desta vez no Hospital Delphina Aziz. Essa é a primeira vez que o Estado implanta uma unidade hospitalar de referência para a conização, descentralizando da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon).

A conização é feita quando existe alguma alteração identificada através do exame preventivo e também serve como tratamento, outra prioridade para redução da incidência e mortalidade pelo câncer de colo uterino.

Às mulheres que ainda aguardam este procedimento, a orientação é que retornem às unidades onde o procedimento foi solicitado, pois essa paciente pode não ter sido localizada por meio dos telefones deixados nos cadastros. É importante que a população sempre mantenha as informações de contato atualizadas.

O fluxo estabelecido para os serviços de saúde da mulher prevê, primeiramente, o atendimento com profissionais da atenção primária que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). As unidades construíram os protocolos de acesso, qualificaram as equipes e realizaram reuniões para que o percurso terapêutico esteja alinhado em toda a rede de assistência.

FOTOS: Laís Pompeu/FCecon e Lucas Silva/Secom

*Com informações da assessoria*.

Vitória Supermercados