Brasília Amapá |
Manaus

Palhaça venezuelana desaparece durante viagem de bicicleta no interior do Amazonas

Compartilhe
Palhaça venezuelana desaparece durante viagem de bicicleta pelo Amazonas

A artista e cicloviajante venezuelana Julieta Hernández, de 37 anos, está desaparecida desde os últimos dias de dezembro de 2023, quando pedalava pelo interior do Amazonas. Julieta faz parte do grupo artístico e cicloturista “Pé Vermêi” e estava realizando uma série de apresentações pelo país antes de seu desaparecimento. Vivendo como nômade, ela pedalava por diversos estados do país fazendo apresentações como palhaça.

O sumiço de Julieta foi notado quando ela passava por Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas, entre os dias 22 e 23 de dezembro. A última comunicação ocorreu enquanto ela seguia em direção à sua terra natal, a Venezuela. Amigos e integrantes do grupo “Pé Vermêi” estão apreensivos desde então.

Ana Melo, amiga próxima de Julieta, relatou que a artista já estava no Brasil desde 2015 e era uma cicloturista experiente. “O que a gente achou estranho foi o fato dela não ter avisado que ficaria sem sinal. Simplesmente as mensagens pararam de chegar, e a gente não conseguia mais localizá-la”, disse Ana Melo.

A Polícia Civil do Amazonas está investigando o caso, com um Boletim de Ocorrência registrado online na quarta-feira (3). Além disso, um registro no sistema de Sinal Desaparecido da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi feito anteriormente pelos amigos da artista.

O delegado Valdinei Silva, titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Presidente Figueiredo, informou que diligências estão sendo realizadas em vários pontos do município para obter informações sobre o paradeiro de Julieta Hernández.

A mobilização dos amigos inclui a divulgação nas redes sociais e a criação de uma vaquinha virtual para custear a viagem ao Amazonas. “A comunicação está falha, a gente não consegue ter informações concretas”, destacou Ana Melo.

A vaquinha está disponível nas redes sociais do grupo “Pé Vermêi” (@pevermei), e os amigos estão buscando recursos para realizar buscas na região entre Presidente Figueiredo e Rorainópolis, onde acredita-se que Julieta possa estar.

“Familiares e amigos de Julieta estão procurando mais informações sobre ela. Se alguém tem alguma notícia, entre em contato que qualquer informação é muito importante”, apelou Mone Melo, irmã de Ana e amiga de Julieta.


Siga-nos no Google News Portal CM7