Brasília Amapá |
Manaus

Roberto Dinamite comemora implementação do programa “Dignidade Menstrual”, que defende desde 2018

Compartilhe

Amazonas – Craque dentro de campo, o ex-jogador e diretor da Fundação Manaus Esporte (FME), Roberto Dinamite vem buscando escrever sua história fora das quatros linhas ajudando à população que vive em vulnerabilidade social na capital amazonense. Nesta quinta-feira, 8/2, Dinamite comemorou a implantação do Programa de Promoção e Proteção da Dignidade Menstrual, que garante o acesso a absorventes gratuitos a mulheres inscritas no Cadastro Único do governo federal.

Essa é uma das bandeiras que o atleta vem defendo desde 2018, quando o projeto social Dinamite passou iniciou a ação “Absorvendo afeto”. A campanha geralmente acontece no dia 8 de março, data que se comemora o “Dia Internacional da Mulher”.

“Fico muito feliz em ver que uma das bandeiras que levanto desde 2018 para ajudar mulheres de baixa renda aqui de Manaus virou um programa do governo federal. Não é uma conquista minha, mas sim dessa população que merece ser tratada e viver de forma digna. Não tenho a ousadia de falar que copiaram o meu projeto. Mas sei que contribui para uma parcela da população com a nossa campanha ‘Absorvendo Afeto”, afirmou Dinamite.

Em funcionamento desde o início deste mês, o Programa “Dignidade Menstrual” vem beneficiado mulheres entre dez e 49 anos que atendem aos critérios estabelecidos. Na primeira fase da iniciativa, serão distribuídos gratuitamente absorventes nas mais de 31 mil unidades do Farmácia Popular credenciadas em mais de 4.400 municípios brasileiros.

Para acessar o benefício, é necessário comprovar o direito a obter os absorventes pelo Programa Farmácia Popular. Para isso, a pessoas deve estar inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) e ter CPF. No caso das estudantes, elas devem ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo. Para quem não está matriculada, a renda é de até R$ 218,00 por pessoa, que é o limite para ter direito ao Programa “Bolsa Família”. Para as pessoas em situação de rua, não há limite de renda.

A emissão de autorização para retirada de absorventes será feita exclusivamente por meio do Meu SUS Digital. Para isso, basta acessar o site ou o aplicativo e acionar o Programa Dignidade Menstrual, clicando no campo “Emitir Autorização”.

Esse documento deverá ser apresentado na unidade do Farmácia Popular em formato impresso ou digital, e terá validade de 180 dias. Com o CPF, a pessoa pode criar sua conta no aplicativo Gov.br ou no endereço eletrônico: https://www.gov.br/governodigital/pt-br/conta-gov-br.

Com informações da Assessoria. 


Siga-nos no Google News Portal CM7