Manaus 29º
sexta-feira - 17 de junho de 2022

Movimento Ordem para Advocacia Amazonas emite nota de solidariedade à advogada atacada pela Revista Cenarium

Compartilhe

Manaus – O Movimento Ordem para Advocacia Amazonas publicou uma nota de solidariedade e apoio a advogada Ana Paula da Silva Bezerra (OAB/AM 5.797), logo após a mesma ter sido exposta desnecessariamente com um texto tendencioso, regado a acusações infundadas da Revista Cenarium, presidida pela jornalista Paula Litaiff.

O movimento que dirige mais de 16 mil advogados amazonenses reforçou que a advogada teve sua honra profissional ofendida sendo-lhe atribuídos inverdades que dever ser repudiadas por todos os advogados e, principalmente, pela seccional Amazonas. 

A nota ainda reitera que “nenhum advogado, no exercício da profissão pode ser alvo de acusações levianas, caluniosas, difamatórias e injuriosas tão somente pelo fato de atuar na busca de justiça dentro do contexto argumentativo-processual”. 

Veja a nota na íntegra: 

O Movimento Ordem para Advocacia Amazonas se dirige aos mais de 16 mil colegas advogados amazonenses para prestar apoio e solidariedade a mulher e advogada Dra. Ana Paula da Silva Bezerra (OAB/AM 5.797) que no legítimo  exercício da profissão na defesa dos interesses de sua constituinte ao deduzir pretensão na justiça em busca da aplicação do bom direito nos autos do processo n. 0742849-23.2021.8.04.0001, não transitado em julgado,  que tramita na 20ª Vara Cível, teve sua honra subjetiva e profissional vilipendiada  em notícia veiculada em portal de notícia local, sendo-lhe imputado inverdades que devem ser repudiadas por todos os colegas advogados amazonenses e pela seccional Amazonas.

A advogada  Dra. Ana Paula da Silva Bezerra é profissional ética e honrada, e no mister de sua profissão, na condição de operadora do Direito, atua nos estritos limites constitucionais e legais, com coragem, independência e urbanidade. Nenhum advogado, no exercício da profissão pode ser alvo de acusações levianas, caluniosas, difamatórias e injuriosas tão somente pelo fato de atuar na busca de justiça dentro do contexto argumentativo-processual.

A nobre profissão do advogado é uma garantia constitucional e integra o Estado Democrático de Direito, porquanto, o advogado é indispensável à administração da justiça, sendo assim, quando a advogada Dra. Ana Paula da Silva Bezerra tem seu nome veiculado aleivosamente em portal de grande alcance no Amazonas  imputando-lhe de forma ilícita fatos sabidamente inverídicos, nota-se que a intenção é desmotiva-la e intimida-la a continuar atuando nos autos do referido processo e causar-lhe intenso sofrimento pessoal, constrangimento profissional e assédio moral.

Deste modo, nos solidarizamos com a nobre colega advogada, certos de que ela é corajosa, ética e exemplo de profissional, não merecendo em hipótese alguma ter sua honra pessoal e profissional atacada em portais de notícias pelo simples fato de manter-se firme na busca pela  boa aplicação das leis vigentes nos autos do processo n. 0742849-23.2021.8.04.0001.

Entendemos que a advogada precisa ser desagravada, e cabe a atual gestão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas promover tal desagravo para o bem da advocacia amazonense.

Vitória Supermercados