Brasília Amapá |
Manaus

Encontro da Virada Feminina: Cileide Moussallem e Luiza Brunet comemoram lançamento da Ouvidoria da Mulher no TCE-AM

Compartilhe
Encontro da Virada Feminina: Cileide Moussallem e Luiza Brunet comemoram lançamento da Ouvidora da Mulher no TCE-AM

Manaus – Em um evento de grande importância para a causa feminina, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) celebrou o lançamento oficial da Ouvidoria da Mulher. A cerimônia, realizada na manhã desta quinta-feira (4), no auditório da Corte de Contas, contou com a presença de mulheres de destaque na luta pelos direitos femininos e contra a violência de gênero, como a empresária Cileide Moussallem, presidente da Virada Feminina no Amazonas, e a renomada modelo e ativista Luiza Brunet, representante nacional da Virada Feminina.

Símbolo de uma luta

Durante o evento, Luiza Brunet recebeu a Medalha de Honra à Mulher. Ela é uma entre 50 mulheres que têm uma atuação voltada à igualdade de gênero e que ganhou notoriedade nessa questão após denunciar ter sido brutalmente agredida fisicamente por seu ex-companheiro, o bilionário Lírio Parisotto.

Durante o evento, empresária e ativista da causa feminina, Luiza Brunet, parabenizou o Tribunal pela iniciativa em melhorar o ambiente de trabalho. “A violência de gênero é um pilar destrutivo, não somente no ambiente de trabalho, mas também na política e em lugares de poder. Não é uma briga entre homens e mulheres, é um lugar de respeito. Poucas mulheres denunciam porque elas têm vergonha ao não serem acolhidas, e uma Ouvidoria da Mulher é muito importante para fazê-la sentir o acolhimento, a privacidade para falar dentro do trabalho”, destacou a ativista Luiza Brunet.

A Virada Feminina no Amazonas

O Virada Feminina é um movimento social criado para promover a igualdade de gênero e combater a violência contra a mulheres no Brasil. No Amazonas, a iniciativa é presidida por Cileide Moussallem e tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância do respeito aos direitos das mulheres e mobilizar a população em torno de ações para transformar a realidade das mulheres na região.

“A criação da Ouvidoria da Mulher no Tribunal de Contas do Amazonas é um avanço crucial na busca pela igualdade de gênero e no combate à violência contra as mulheres. É um espaço seguro para denúncias e apoio, para que episódios covardes como o que aconteceu com a presidente Yara Lins nunca mais se repitam”, enfatizou Cileide Moussallem.

Discurso impactante

Durante a cerimônia de lançamento, a presidente do TCE-AM e nova Ouvidora da Mulher, conselheira Yara Amazônia Lins, discursou a respeito da implementação do programa no âmbito do Tribunal. “Meu compromisso assumido quando fui empossada presidente deste Tribunal está sendo cumprido. Hoje quero incentivar todas as mulheres a terem a coragem de usar sua voz e denunciar, falar é um exercício de liberdade e resistência. Que a Ouvidoria da Mulher do TCE-AM seja um símbolo de coragem, força, mudança e transformação social”, destacou a presidente do Tribunal, conselheira Yara Amazônia Lins.

 


Siga-nos no Google News Portal CM7