Brasília Amapá |
Manaus

Cartel do Combustível: donos de postos de gasolina travam guerra comercial em Manaus; ouça

Compartilhe

Manaus – Uma discussão entre dois milionários em negociação de compra e venda de posto de gasolina causou agitação na cena empresarial de Manaus. Erasmo Antônio de Oliveira Ferreira, proprietário da empresa Naverios, e Tadeu Talles protagonizaram uma conversa que revelou desentendimentos e insatisfações.

O diálogo, que ocorreu por telefone, marcado por acusações e desconfianças, começou com Erasmo mencionando uma ligação que recebeu enquanto dirigia, na qual uma pessoa desconhecida o alertou sobre a negociação dos postos de Tadeu. Ele expressou preocupação com a possibilidade de ameaça e explicou a situação para Tadeu, pedindo desculpas pelo silêncio desde então.

Tadeu, por sua vez, demonstrou total insatisfação com a falta de retorno de Erasmo e afirmou que acabou sendo prejudicado em outros negócios pela sua demora. Ele também questionou a reputação de Erasmo no ramo empresarial e alegou que sua presença não era bem-vinda na cidade, apontando a falta de confiança e credibilidade do empresário no mercado.

Além disso, Tadeu menciona sobre a existência de uma pesquisa no meio empresarial, aparentemente desfavorável para Erasmo, onde vários empresários de Manaus apontaram problemas com ele.

”Erasmo, ninguém acredita em você, meu amigo. a tua assinatura é mesmo que nada. Ninguém fala bem de você, tu é descredibilizado em Manaus. Não tem moral com nenhum empresário, muito pelo contrário, ninguém gosta de você. Todos foram contra você e eu te dei uma segunda chance, porque você já havia sacaneado comigo e fez novamente, sendo assim te digo: não quero mais vender meu posto pra você!”, afirmou Tadeu, que nem deixou Erasmo responder o embate e desligou.

O desentendimento entre os dois magnatas tem o envolvimento de outros empresários que ainda não foram identificados. O caso reflete não apenas questões comerciais, mas também aspectos de reputação e confiança no ambiente empresarial de Manaus. Enquanto os dois lados trocam acusações, quem sai perdendo é Erasmo que deixou de vender a propriedade há meses após cair na conversa de Tadeu. Como consequência dessa negociação, que claramente não deu certo, a repercussão do caso se desdobrará no cenário empresarial de Manaus.

Ouça o áudio:


...........

Siga-nos no Google News Portal CM7