Brasília Amapá |
Manaus

Amazonas Meu Lar: Governador Wilson Lima reassenta mais 103 famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000

Compartilhe

Amazonas – O governador Wilson Lima realiza, nesta sexta-feira (05/05), o reassentamento de mais 103 famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000, beneficiadas pelo Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), que faz parte das ações do Programa Amazonas Meu Lar. Com o novo pagamento, o Governo do Amazonas alcança 594 famílias retiradas das duas áreas de risco e reassentadas.

Maior programa de habitação da história do Amazonas, O Amazonas Meu Lar foi lançado no último mês e que vai oferecer mais de 22 mil soluções de moradia no estado não logo dos próximos anos.

Os recursos destinados para a nova ação de reassentamento ultrapassam os R$ 8,5 milhões. As 103 soluções variam entre indenização, bônus moradia, auxílio moradia ou fundo de comércio. Os pagamentos serão efetuados no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, localizado na avenida Constantino Nery, nº 5001, bairro Flores.

Segundo a Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), que coordena o processo e realiza os pagamentos, a expectativa é ampliar o número de famílias atendidas. Ao todo, 2.383 famílias deverão ser reassentadas.

Prosamin+

O Prosamin+, executado pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), vai urbanizar uma área de 340 mil m², ao longo do Igarapé do Quarenta, num trecho entre a avenida Manaus 2000, no Japiim, e a Comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes.

As 2.383 famílias contempladas no processo de reassentamento estão cadastradas junto ao Governo do Estado desde 2020, quando iniciaram os trabalhos nas áreas contempladas pelo projeto.

Além de promover o saneamento básico e a urbanização, o Prosamin+ contribui com a retirada das pessoas das áreas de risco, evitando que, em época de chuva, fiquem vulneráveis.

O programa é financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), sendo prioridade os reassentamentos das famílias que estão na faixa de alagação e em situação de risco, nas áreas de intervenção das obras.


Siga-nos no Google News Portal CM7